Saúde | Bebedouros

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e os fabricantes recomendam que seja realizada periodicamente a limpeza de bebedouros, evitando a sua contaminação por ALGAS, existentes na água mineral.  Quando expostas à luz, essas algas iniciam um processo de fotossíntese e se proliferam pelas serpentinas, mangueiras, cubas, e torneiras, atingindo todas as partes do bebedouro em contato com a água.

A contaminação da água por algas, ocasiona forte odor e mau gosto e o seu acúmulo pode causar entupimento dos bebedouros, mau funcionamento do termostato, entre outros problemas. Além das algas, a falta de higienização do bebedouro pode provocar transtornos no aparelho digestivo das pessoas, devido à formação de BIOFILME (paredes bacteriológicas).

Legislação
De acordo com a Portaria 2914/2011, a limpeza e higienização de bebedouros deve ser realizada a cada 6 meses. Em grandes empresas é comum a realização deste serviço todo mês, como investimento na saúde dos colaboradores e aumento de produtividade dos seus profissionais que passam a consumir água pura e atestada por laudos técnicos.

Quando foi feita a última limpeza do seu bebedouro?

Se você não sabe a resposta desta pergunta, está na hora de contratar imediatamente o serviço de limpeza e higienização do seu bebedouro (galão ou pressão).
Locais de grande fluxo de pessoas como indústrias, escolas, refeitórios, hospitais, shoppings, entre outros, costumam ter bebedouros com alto grau de contaminação.
É comum encontrar sujidades como lodo, ferrugem e outros resíduos decorrentes da filtração da água.

Sujidades mais comuns encontradas nos bebedouros


 

 

Clique na imagens para ampliar